#LeiaMulheres – 5 Livros Escritos por Mulheres para Ler no Mês de Junho

Todo começo de mês o Nó de Oito vai soltar um texto com cinco sugestões de livros escritos por mulheres para a leitura no mês em questão.

No mês de março, uma livraria de Cleveland, EUA, fez algo inusitado: virou ao contrário nas prateleiras todos os livros escritos por homens. O objetivo? Mostrar o tamanho da desigualdade entre homens e mulheres também no mundo literário.

As prateleiras ficaram praticamente todas brancas.

 

De acordo com Harriet Logan, dona da livraria:

“Eu queria que as pessoas pensassem: ‘o gap de gênero é mesmo tão desigual, e por quê? Como se parece a minha própria biblioteca em casa? O que pode ser feito para mudar esse desequilíbrio?’ E que então vá encontrar um título escrito por uma mulher, de nome conhecido ou não – é fácil encontrá-las – e dê uma chance”.

Já há um tempinho essas questões me assombram. Eu sou uma leitora assídua, sempre fui. Como resultado, tenho muitos livros e raramente me desfaço deles depois de ler, o que significa que consigo fazer o que Logan sugeriu facilmente: ver como se parece a minha “biblioteca” pessoal. Quantos livros nas minhas prateleiras foram escritos por mulheres?

Quando fiz isso fiquei chocada com o tamanho da desproporção. Tenho muito mais livros escritos por homens do que por mulheres. Não podia estar certo, podia? Mas estava.

 

Na verdade, eu fiz essa vistoria no ano passado, quando descobri o projeto Leia Mulheres, que tem o objetivo de incentivar a leitura e discussão de obras assinadas por mulheres, assim como incentivar e divulgar novas escritoras. Por isso, já adentrei 2017 com o objetivo de mudar essa realidade. Desde janeiro venho priorizando a leitura de livros escritos por autoras e gostaria de propor essa ação também para vocês. Para tanto, todo começo de mês o Nó de Oito vai soltar um texto com cinco livros escritos por mulheres como sugestão de leitura para o mês em questão.

Sem mais perda de tempo, começamos então em junho, com os títulos a seguir:

A Casa dos Espíritos

Autora: Isabel Allende

Sinopse: Considerado pela crítica como um clássico da literatura latinoamericana, o romance conta a saga da turbulenta e numerosa família Trueba, cujo patriarca é o latifundiário e senador Esteban Trueba. O romance, que tem sua narrativa caracterizada por uma notável lucidez histórica e social, oferece um painel contundente da história chilena, entre 1905 e 1975. Combinando magia e realidade, Isabel Allende confere à obra sua personalíssima visão do realismo fantástico, inserindo “A Casa dos Espíritos” na respeitável galeria dos grandes romances da literatura latino-americana. A obra transformou-se num divisor de águas na literatura hispânica, pois, até a publicação do livro, em 1982, nenhuma escritora havia conquistado tamanho sucesso editorial.

Onde comprar: Amazon

Compaixão

Autora: Toni Morrisson

Sinopse: Ambientada nos EUA de 1690, Compaixão é a história de Florens, que a própria mãe entrega como pagamento da dívida de seu senhor, na esperança de que possa ter uma vida melhor numa fazenda remota, ao lado de três outras mulheres – Rebekka, a senhora branca; Lina, uma escrava indígena; e Sorrow, outra escrava negra – e do tolerante senhor anglo-holandês Jacob Vaark.

Em meio às asperezas da vida rural desse período, ameaçada pela varíola, numa terra sem lei, dividida entre o puritanismo religioso das seitas protestantes dos brancos e a tolerância e liberdade do indígena e do negro, Florens descobre o amor e o sexo. Luta com a natureza do nordeste da América do Norte e com sua própria natureza, ambas bravias, uma fria, a outra ardente. Sempre em busca de um amor perdido: o de sua mãe e o de sua pátria.

Onde comprar: Amazon

O Pintassilgo

Autora: Donna Tartt

Sinopse: Theo Decker, um nova-iorquino de treze anos, sobrevive milagrosamente a um acidente que mata sua mãe. Abandonado pelo pai, Theo é levado pela família de um amigo rico. Desnorteado em seu novo e estranho apartamento na Park Avenue, perseguido por colegas de escola com quem não consegue se comunicar e, acima de tudo, atormentado pela ausência da mãe, Theo se apega a uma importante lembrança dela: uma pequena, misteriosa e cativante pintura que acabará por arrastá-lo ao submundo da arte. Já adulto, Theo circula com desenvoltura entre os salões nobres e o empoeirado labirinto da loja de antiguidades onde trabalha. Apaixonado e em transe, ele será lançado ao centro de uma perigosa conspiração. O Pintassilgo é uma hipnotizante história de perda, obsessão e sobrevivência, um triunfo da prosa contemporânea que explora com rara sensibilidade as cruéis maquinações do destino.

Onde comprar: Amazon

Um Defeito de Cor

Autora: Ana Maria Gonçalves

Sinopse: Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens. Um Defeito de Cor, de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página.

Onde comprar: Amazon

Jane Eyre

Autora: Charlotte Brontë

Sinopse: Jane Eyre, romance de estreia da consagrada e renomada escritora inglesa Charlotte Brontë, narra a história de vida da heroína homônima. Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar.

Onde comprar: Amazon


Leia também 22 Dicas de Livros para Pensar e Aprender sobre Feminismo.