22 Dicas de Livros para Pensar e Aprender sobre Feminismo

Uma lista singela para intercalar as maratonas de Netflix com leituras deliciosas e enriquecedoras. 

livro

*Lembrando que comprando pelos links no post, você ajuda o Nó de Oito a crescer!

 

O Papel de Parede Amarelo

livros

Sinopse: Uma mulher fragilizada emocionalmente é internada, pelo próprio marido, em uma espécie de retiro terapêutico em um quarto revestido por um obscuro e assustador papel de parede amarelo. Por anos, desde a sua publicação, o livro foi considerado um assustador conto de terror, com diversas adaptações para o cinema, a última em 2012. No entanto, devido a trajetória da autora e a novas releituras, é hoje considerado um relato pungente sobre o processo de enlouquecimento de uma mulher devido à maneira infantilizada e machista com que era tratada pela família e pela sociedade.

Onde comprar: Amazon.

Da Guerrilha À Imprensa Feminista

livros

Sinopse: As mulheres que lutaram contra a ditadura militar traziam a irreverência, a paixão e a rebeldia da resistência. Uma boa parte destas militantes políticas contribuíram para a retomada do feminismo dos anos de 1970, adotando uma nova forma de pensar e fazer política, buscando politizar as relações cotidianas e transformar a qualidade das relações entre mulheres e homens. Lutaram, também, por liberdades democráticas, pela Anistia e pelo fim da ditadura. Houve aquelas que alavancaram a partir do feminismo a luta pela emancipação humana, por uma sociedade de mulheres e homens livres. Este livro é uma reflexão sobre o feminismo dos anos de 1970, que se caracteriza como pertencente à segunda onda do movimento de mulheres, e que tem na imprensa feminista, de 1975 a 1980, um espaço de militância, de resistência e de divulgação das ideias feministas e socialistas. A narrativa é feminista e se faz pelos textos dos jornais Brasil Mulher e Nós Mulheres e pela fala das protagonistas como sujeitos desta ação.

Onde comprar: Amazon

Breve História do Feminismo

livro

Sinopse: O feminismo pode ser definido como a tomada de consciência das mulheres como coletivo humano da opressão e exploração por parte do coletivo de homens no seio do patriarcado sob suas diferentes fases históricas. Desta forma, se articula como filosofia política e, ao mesmo tempo, como movimento social. É, ainda, uma consciência crítica sobre as tensões e contradições que encerram todos esses discursos que intencionalmente confundem o masculino com o universal.

Onde comprar: Amazon

Feminismo e Política: Uma Introdução

livro

Sinopse: Em “Feminismo e Política: Uma Introdução“, os cientistas políticos Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel discutem as principais contribuições da teoria política feminista produzida a partir dos anos 1980 e apresentam os termos em que os debates se colocam dentro do próprio feminismo, mapeando as posições de diferentes autoras e correntes. O resultado é um panorama inédito do feminismo atual, escrito de maneira a introduzir os leitores pouco familiarizados nas discussões, sem por isso reduzir sua complexidade. Ao longo de dez capítulos, os autores abordam temas como a prostituição e o aborto, a representação política e a opressão sofrida pelas mulheres. Embasado em nomes reconhecidos da teoria feminista, como Carole Pateman e Nancy Fraser, “Feminismo e Política” enriquece e amplia o debate sobre um dos movimentos mais discutidos na sociedade atual.

Onde comprar: Amazon

Feminismo. Que História é Essa?

livro

Sinopse: Muitas foram as mudanças nas últimas décadas no que se refere à inserção da mulher na sociedade, mas ainda há muitas outras mudanças a serem realizadas. Persistem no Brasil e no mundo elementos típicos do machismo mais arraigado e opressor, e este livro expõe as raízes das circunstâncias que levaram a essa situação.

Onde comprar: Amazon

Um Teto Todo Seu

livro

Sinopse: Baseado em palestras proferidas por Virginia Woolf nas faculdades de Newham e Girton em 1928, o ensaio “Um Teto Todo Seu” é uma reflexão acerca das condições sociais da mulher e a sua influência na produção literária feminina. A escritora pontua em que medida a posição que a mulher ocupa na sociedade acarreta dificuldades para a expressão livre de seu pensamento, para que essa expressão seja transformada em uma escrita sem sujeição e, finalmente, para que essa escrita seja recebida com consideração, em vez da indiferença comumente reservada à escrita feminina na época. Esta edição traz, além do ensaio, uma seleção de trechos dos diários de Virginia, uma cronologia da vida e da obra da autora e um posfácio escrito pela crítica literária e colaboradora da Folha de S. Paulo Noemi Jaffe.

Onde comprar: Amazon

Dicionário Crítico do Feminismo

livro

Sinopse: Com o objetivo de estimular a reflexão crítica sobre a construção social da hierarquia entre os sexos e, dessa forma, desenvolver um pensamento crítico feminista que favoreça a emancipação das mulheres e a igualdade na diferença, o “Dicionário Crítico do Feminismo” traz uma coletânea de rubricas redigidas por autoras(es) especializadas(os) em cada uma das temáticas abordadas. Isto permite integrar uma pequena dimensão nacional num contexto marcado mundialmente pela dominação das mulheres pelos homens que, ao longo dos séculos, tem-se transformado e assumido novas formas que se sustentam e se fortalecem, por um lado, nos códigos sociais estabelecidos há décadas e impostos desde a infância e, por outro, em algumas políticas públicas (sociais, familiares, de emprego).

Onde comprar: Amazon

O Segundo Sexo

livro

Sinopse: “O Segundo Sexo” foi publicado originalmente em 1949 e consagrou Simone de Beauvoir na filosofia mundial. A obra, no entanto, não ficou datada e tornou-se atemporal e definitiva. Este boxe traz a divisão original em dois volumes. No primeiro volume, a autora aborda os fatos e os mitos da condição da mulher numa reflexão fascinante. Já no segundo, Simone de Beauvoir analisa a condição da mulher em todas as suas dimensões: sexual, psicológica, social e política. Uma obra fundamental, que inaugurou um novo modelo de pensamento sobre a mulher na sociedade.

Onde comprar: Amazon

Minha História das Mulheres

livro

Sinopse: “Minha História das Mulheres” é a obra mais acessível e instigante da historiadora Michelle Perrot. Nasceu de um programa de rádio francês que fez enorme sucesso ao divulgar com clareza e entusiasmo, para um público de não especialistas, o conteúdo de mais de 30 anos de pesquisas e reflexões acadêmicas. Transformado em livro, depois traduzido e publicado no Brasil pela Editora Contexto, narra em cinco capítulos o processo da crescente visibilidade das mulheres em seus combates e suas conquistas nos espaços público e privado. Mães e feiticeiras, trabalhadoras e artistas, prostitutas e professoras, feministas e donas-de-casa e muitas outras personagens femininas fazem parte desse relato sensível e atual de uma das pesquisadoras mais conceituadas da história das mulheres.

Onde comprar: Amazon

Sejamos Todos Feministas

livro

Sinopse: O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Neste ensaio preciso e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para mostrar que muito ainda precisa ser feito até que alcancemos a igualdade de gênero. “Sejamos todos Feministas” é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado pela cantora Beyoncé. A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente.

Onde comprar: Amazon

Problemas de Gênero – Feminismo e Subversão da Identidade

livro

Sinopse: Neste livro inspirador, que funda a Teoria Queer, Judith Butler apresenta uma crítica contundente a um dos principais fundamentos do movimento feminista: a identidade. Para Butler, não é possível que exista apenas uma identidade: ela deveria ser pensada no plural, e não no singular. Ou ainda, não é possível que haja a libertação da mulher, a menos que primeiro se subverta a identidade de mulher.

Com essa formulação radical, Judith Butler interroga também a categoria de heterossexualidade, de forma a relançar a oposição sexo e gênero em novas coordenadas e em outras linhas de força, nas quais podemos nos aprofundar em perguntas como: o que é ser homem e o que é ser mulher?; o que faz um homem ser homem e o que faz de uma mulher uma mulher? Questões cuja ampliação contemplaria a multiplicidade de sexualidades, tão visíveis na contemporaneidade.

Onde comprar: Amazon

Sobrevivi, Posso Contar

livro

Sinopse: O livro “Sobrevivi…posso contar” relata a vida da autora que sofreu uma cruel, dolorosa e covarde violência. Maria da Penha oferece sua história como uma forma de contribuir com transformações urgentes, pelos direitos das mulheres a uma vida sem violência. História que muito tempo depois a tornou protagonista de um caso de litígio internacional emblemático para o acesso à Justiça e para a luta contra a impunidade em relação à violência doméstica e violência familiar contra as mulheres no Brasil. Ícone dessa causa, sua vida está hoje também simbolicamente subscrita e marcada sob a lei número 11.340 – ou lei Maria da Penha.

Onde comprar: Amazon

O Conto da Aia

Sinopse: A história de “O Conto da Aia“, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes – tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa – basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como “liberdade”.

Onde comprar: Amazon

Só as mulheres sangram 

livro

Sinopse: Os contos de Só as Mulheres Sangram, de Lia Vieira, procuram revelar diversos aspectos do cotidiano dos negros, em especial o cotidiano das mulheres. Ambientados em diversos espaços, os contos traçam um panorama abrangente dessas experiências negras excluídas do cânone literário brasileiro, apresentando paradigmas ainda não assimilados pela crítica literária tradicional. 

Onde comprar: Amazon

Como Se Ensina a Ser Menina

livro

Sinopse: Destacando-se pela análise crítica e a perspicácia, este livro constitui um questionamento a respeito da visão sexista dominante na sociedade e, conseqüentemente, na escola. Propõe que a escola critique qualquer pretenso fundamento científico em nome do qual se discrimina a mulher, para que se rompa a cadeia de transmissão do androcentrismo.

Onde comprar: Amazon

O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks

livro

Sinopse: Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma menina comum. Gostava de ler, participava do Clube de Debates e era a princesinha da família. Mas nas férias de verão ela se transforma: de repente surge uma garota cheia de curvas, com uma beleza inusitada. E essa transformação física vem acompanhada de uma mudança de atitude: Frankie já não aceita um “não” como resposta. Principalmente quando esse não significa que ela não pode participar da sociedade secreta da qual seu namorado faz parte, só porque é menina. Usando todas as suas habilidades (e alguns conhecimentos adquiridos nas aulas), Frankie criará artimanhas para provar que pode ser ainda mais genial que os membros da Leal Ordem dos Bassês. E a escola logo se tornará palco de pegadinhas até então inimagináveis.

Onde comprar: Amazon

Americanah

livro

Sinopse: Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela se depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência.

Principal autora nigeriana de sua geração e uma das mais destacadas da cena literária internacional, Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero.

Onde comprar: Amazon

Jane Eyre

livro

Sinopse: “Jane Eyre“, romance de estreia da consagrada e renomada escritora inglesa Charlotte Brontë, narra a história de vida da heroína homônima. Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Recheado de características góticas, o romance possui personagens inesquecíveis e transformadores, como a figura do misterioso Rochester, patrão de Jane e peça vital da narrativa.

Onde comprar: Amazon

Reivindicação Dos Direitos da Mulher

livro

Sinopse: Considerado um dos documentos fundadores do feminismo, o livro denuncia a exclusão das mulheres do acesso a direitos básicos no século XVIII, especialmente o acesso à educação formal. Escrito em um período histórico marcado pelas transformações que o capitalismo industrial traria para o mundo, o texto discute a condição da mulher na sociedade inglesa. Libertária, Mary Wollstonecraft fez de sua própria vida uma defesa da emancipação feminina: envolveu-se na Revolução Francesa e foi uma precursora do amor livre. Tendo falecido logo após o parto de sua segunda filha, não pôde vê-la tornar-se, também, uma famosa escritora: Mary Shelley, a autora de Frankenstein. Extremamente revolucionário para a época, “Reivindicação dos Direitos da Mulher” foi traduzido para vários idiomas, se tornou uma referencia teórica para as precursoras do feminismo contemporâneo, como Simone de Beauvoir, e uma leitura essencial para as discussões de gênero.

Onde comprar: Amazon

Mulheres Brasileiras e Gênero Nos Espaços Públicos e Privado

livro

Sinopse: A iniciativa da Fundação Perseu Abramo (FPA), em parceria com as Edições Sesc SP, ao realizar uma pesquisa nacional de opinião pública com o intuito de atualizar os dados realizados dez anos antes e introduzir novas questões e perspectivas, deu fruto ao livro “Mulheres Brasileiras e Gênero nos Espaços Público e Privado: Uma Década de Mudanças na Opinião Pública“.

A obra conta com prefácio da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. Entre os temas abordados, destacam-se: Percepção de Ser Mulher: Feminismo e Machismo, Divisão Sexual do Trabalho e Tempo Livre, Corpo, Mídia e Sexualidade, Saúde Reprodutiva e Aborto, Violência Doméstica e Democracia, Mulher e Política.

Onde comprar: Amazon

Vamos Juntas?

livro

Sinopse: Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas? Logo, o movimento “Vamos Juntas?” conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado. Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao “Vamos Juntas?”, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.

Onde comprar: Amazon

Nós, Madalenas – Uma Palavra Pelo Feminismo

livro

Sinopse: Escolher uma só palavra para explicar o que o feminismo significa na vida das mulheres é um desafio e pode até cair na armadilha de ser uma ação arbitrária e limitadora. Porém, quando mulheres de diferentes contextos sociais, corpos e significados se reúnem para nomear o feminismo com várias dezenas de palavras, o desafio se torna aprendizado e um exercício do que há de melhor na coletividade.

Onde comprar: Saraiva


*Texto publicado originalmente em Delirium Nerd. 


Leia também 13 Livros Infantis com Protagonismo Feminino para Presentear TODOS os Pequenos (meninas E meninos).

Comentários do Facebook