Filmmaker Cria Grupo de Apoio para Mulheres do Cinema e do Audiovisual no Brasil

A ideia é criar um espaço de parcerias e troca de conhecimento, com o objetivo de fortalecer a profissional mulher na cena do audiovisual no Brasil.

audiovisual

Quando Patricia Bernal voltou ao Brasil depois de passar dois anos se dedicando à produção cinematográfica e audiovisual na Irlanda, uma questão despertou a sua curiosidade. Onde estavam as profissionais brasileiras da área? Quem são elas? O que estariam fazendo? 

Não era a primeira vez que Patricia se fazia essas perguntas. Durante todo o seu tempo na Irlanda, ela não conheceu uma brasileira filmmaker sequer. Na pequena comunidade de filmmakers brasileiros em Dublin, ela era a única em um mar de homens. As outras mulheres do grupo, sem exceção, eram todas fotógrafas. Nenhuma, com exceção dela própria, atuava na produção audiovisual.

Como já falei aqui no Nó de Oito algumas (er, várias) vezes, a área do cinema e da produção de audiovisual é um verdadeiro clube do bolinha, com pouquíssimas mulheres nos bastidores e na criação. Apesar de homens e mulheres estarem igualmente representados em escolas e cursos de cinema, ainda assim a indústria revela um inegável viés de gênero, que faz com que seja muito mais difícil a entrada de mulheres no “clube”.   

 

audiovisual

Tal discrepância também é acentuada aqui no Brasil, onde as mulheres da área são tão invisibilizadas que Patricia sentiu que precisava fazer algo para fortalecer e destacar essas profissionais.

audiovisual

Foi assim que surgiu o grupo Mulheres Filmmakers e do Audiovisual. A motivação para a sua criação foi, incialmente, aquela curiosidade de saber quem são e no que estão trabalhando as profissionais brasileiras da área, mas logo se transformou em uma vontade de criar com essas mulheres uma rede de apoio com o poder de ampliar o escopo dos trabalhos das mulheres do audiovisual no Brasil.

O grupo, que atua virtualmente através do Facebook, conta hoje com quase quinhentos membros, sendo que a maioria ou ainda estuda, ou já tem a própria produtora, ou trabalha na área dentro do cinema ou da publicidade. Nesse espaço, elas têm a oportunidade tanto de trocar conhecimento, informações e feedbacks, como de compartilhar projetos e oportunidades de trabalho.

 

MULHERES FILMMAKERS E DO AUDIOVISUALNeste vídeo fiz uma homenagem especial a TODAS as profissionais de audiovisual do Brasil que tem feito do grupo “Mulheres Filmmakers e do Audiovisual” algo possível e muito rico em informações e incentivos a mulherada!Girls, obrigada pelas opiniões, participações e compartilhamentos no grupo. E um obrigada especial a filmmaker Ev Batista, por ter arrumado um tempinho na sua agenda para gravar um depoimento pra nossa trupe de filmmakers e trazer pontos relevantes a discussão dentro do audiovisual.E também quero agradecer aos filmmakers da ala masculina que nos contaram, nos indicam e fazem parcerias com a gente! Juntos, somos mais fortes ;)bit.ly/mulheresfilmmakersBjsPati Bernal

Publicado por Patricia Bernal – Câmera na Mão e WoW Films Media em Quarta, 9 de março de 2016

 

Totalmente independente, o grupo hoje conta com o apoio do Spcine, do SuperCinema e também do Nó de Oito, com a esperança de atrair mais profissionais para a discussão e fortalecer a figura da mulher na cena audiovisual.

Para participar do grupo, clique em Mulheres Filmmakers e do Audiovisual.

Se quiser entrar em contato direto com a Patricia, confira sua page no Facebook e o seu site. E você pode conferir também o seu canal no YouTube, cheio de conteúdo para filmmakers.

Leia também Como a Falta de Mulheres em Hollywood Contribui para a Desigualdade de Gênero na Vida Real.