Miss Representation e o Impacto da Má Representação de Mulheres na Mídia

O documentário Miss Representation é obrigatório para quem deseja entender os impactos sociais da representação limitada, hipersexualizada e estereotipada de mulheres na mídia. 

miss representation

Escrito, produzido e dirigido pela cineasta Jennifer Siebel Newson, Miss Representation é um documentário obrigatório para qualquer pessoa que deseja entender melhor os impactos da mídia na sociedade. Através de estatísticas e inúmeros depoimentos de adolescentes e de mulheres que atuam tanto na mídia como na política, a cineasta analisa o impacto social da má representação de mulheres nas variadas plataformas atuais de mídia, incluindo a hipersexualização do corpo feminino e a limitação de papéis destinados a elas no cinema e na televisão. Além disso, ela ainda traça um paralelo entre os efeitos dessa tendência e a falta de representatividade feminina no cenário político.

Além de ter se tornado uma ferramenta incrível para nos tornarmos mais conscientes da forma como a mulher é retratada na mídia, Miss Representation teve um impacto tão grande que acabou iniciando todo um movimento. Foi a partir dele que surgiu a ONG The Representation Project, em 2011, que tem o objetivo de educar e promover ação social para que o cenário de mídia atual possa mudar. Ano passado, Newson lançou outro filme dentro do projeto – The Mask You Live In – que analisa como nossas noções ultrapassadas de masculinidade têm um impacto nocivo em meninos, meninas e na sociedade como um todo. 

Ambos os documentários estão disponíveis na Netflix.

Assista também a escritora Chimamanda Ngozi Adichie falando sobre os perigos da história única.